caldeira a biomassa - na imagem montes de biomassa

A importância da caldeira a biomassa para a sustentabilidade

Assim como ocorreu no ano de 2001, o Brasil está na iminência de sofrer um novo racionamento de energia elétrica. Essa preocupação volta à tona em decorrência da pior crise hídrica que o país vem passando nos últimos 91 anos.

Mesmo que o sistema elétrico tenha evoluído muito nestes últimos 20 anos (desde a última grande crise elétrica), a preocupação voltou à tona, tanto que o governo já autorizou o acionamento de termelétricas.

Apesar de representarem uma necessidade para que não falte energia no país, as usinas termelétricas, via de regra, são mais poluentes que as usinas hidrelétricas – responsáveis pela maior parte da geração de energia no país – ou seja, o meio ambiente será, invariavelmente, afetado.

Mas, especificamente para alguns setores, há outras opções mais inteligentes e até mais econômicas. Esse é o caso das caldeiras à biomassa, que por meio da queima da biomassa, pode gerar grandes volumes de energia, mas de uma forma mais sustentável e econômica.

 

As termelétricas foram acionadas! Mas elas podem ser também sustentáveis

A matriz energética brasileira é baseada, em sua maioria, na geração de energia a partir de hidrelétricas. Essa estratégia é bastante eficiente, econômica e limpa. Porém, em um período de escassez de água, como o momento em que vivemos agora, não há outra solução, as termelétricas devem ser acionadas!

Termoelétricas são caldeiras que funcionam com uma turbina a vapor. Quando o combustível é queimado, ele aquece um reservatório com água, produzindo vapor com uma pressão bastante alta, que é capaz de mover as pás de uma turbina, que por sua vez aciona um gerador, resultando na energia elétrica. 

No entanto, mesmo sendo necessárias para o atual momento, as termelétricas movidas a combustíveis fósseis são comparativamente mais caras que as hidrelétricas. Elas emitem também muito dióxido de carbono na atmosfera, o que acaba não sendo nada convidativo do ponto de vista ambiental.

Em contrapartida, há uma solução bastante interessante do ponto de vista ambiental que pode ser adotado na geração energética, que são as caldeiras à biomassa. 

Assim, entre acionar uma caldeira movida a combustíveis fósseis (gás ou óleo) e acionar uma caldeira a biomassa, é muito mais inteligente, e até mais barato, optar pela segunda opção.

Quanto adotada na geração de energia, toda caldeira a biomassa apresenta as seguintes vantagens

Calculadora da eficiência da caldeira indCalculadora da eficiência da caldeira industrial | COONTROLustrial | COONTROL
  • A biomassa é renovável e sustentável;
  • Matéria-prima com menor custo para aquisição;
  • Permite o desenvolvimento social regional;
  • Permite o reaproveitamento de resíduos.

Mas, para que todas essas vantagens sejam aproveitadas pelo setor energético brasileiro, cabe ao Brasil investir mais em caldeiras à biomassa na geração de energia.

 

O Brasil deve investir na geração de energia elétrica através da biomassa

Sem dúvidas, as caldeiras à biomassa representam uma ótima oportunidade para que o Brasil possa diversificar a matriz energética. 

Por isso, cabe ao Brasil oferecer mais incentivos às indústrias e empresas, para que elas possam investir em tecnologias e equipamentos que gerem energia elétrica por meio do vapor gerado através da queima da biomassa.

Além de contribuir com a geração de energia elétrica, essa estratégia auxilia cada vez mais com a sustentabilidade do negócio, principalmente devido à pegada de carbono bastante forte, já que o balanço energético da biomassa é mais favorável quando comparado aos combustíveis fósseis.

Sem contar que a questão econômica é outro ponto positivo. Ao investir em uma caldeira à biomassa, a empresa terá os resultados melhorados, principalmente porque ela passa a ser uma geradora de energia e não apenas uma consumidora. 

Esse é o caso de muitas indústrias sucroenergéticas brasileiras. Além de gerar o etanol e o açúcar, tais indústrias geram energia elétrica através da queima do bagaço de cana, que é amplamente utilizado no país.

Mas, além do bagaço de cana, muitas outras são as fontes energéticas de biomassa que podem contribuir com a sustentabilidade do sistema energético brasileiro, tais como resíduos industriais e urbanos, além da biomassa de reflorestamento (pinus e eucaliptos).

 

Para saber mais sobre as tecnologias e equipamentos destinados às caldeiras à biomassa, convidamos você a acompanhar o blog da COONTROL.

[Fale com] Fale com nossa equipe técnica | COONTROL

Avalie este conteúdo

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.