Quais-os-tipos-de-caldeiras-a-biomassa-existentes-no-mercado

Quais os tipos de caldeiras a biomassa existentes no mercado

O aquecimento global e a elevada emissão de gases de efeito estufa representam uma preocupação crescente em todo o mundo, principalmente em razão do excessivo uso de combustíveis fósseis na geração de energia. Mas isso começa a mudar com o maior uso de caldeiras a biomassa.

Na atualidade, muitas empresas começam a substituir suas caldeiras tradicionais por caldeiras que usam a biomassa, possibilitando a continuação da geração de energia, mas com maior responsabilidade ambiental.

Assim como ocorre com as caldeiras tradicionais, algumas são as variedades de caldeiras a biomassa que a indústria pode adotar para gerar energia em seus processos

Veja então porque vale a pena trocar uma caldeira tradicional por uma caldeira a biomassa. Veja também os tipos mais comuns, com suas respectivas características.

Por que escolher uma caldeira a biomassa?

Antes de conhecermos as caldeiras a biomassa mais comuns, precisamos saber a razão para ter esse tipo de equipamento.

Por que ter uma caldeira a biomassa? Quais os benefícios?

Podemos adiantar que os benefícios são vários!

Por que escolher uma caldeira a biomassa?

Ao optar pelo uso de uma caldeira a biomassa, a indústria continuará gerando o vapor necessário para seus processos, mas também contribuirá com a sustentabilidade, isso porque a indústria irá:

  • Reduzir consideravelmente o nível de gases de efeito estufa emitidos à atmosfera;
  • Reduzir os efeitos ocasionados pela poluição por dióxido de carbono e dióxido de enxofre, com esse último contribuindo para a produção de chuva ácida.

O uso da biomassa como combustível em caldeiras também significará economia, visto que estudos mostram que são necessários apenas 2 kg de pellets de madeira para produzir a mesma energia térmica de 1 litro de gasóleo, com um custo bastante inferior.

Além disso é renovável e uma ótima opção de baixo carbono, com a biomassa podendo ser encontrada a preços bem mais acessíveis, possibilitando a geração de emprego e renda às comunidades regionais.

Tipos de caldeiras a biomassa mais comuns

As caldeiras movidas à biomassa são utilizadas essencialmente para a geração de vapor para diversos processos, desde o aquecimento de ambientes até a geração de vapor para variadas necessidades dentro da indústria.

Alguns são os tipos de caldeiras que fazem uso da biomassa como combustível, sendo que cada tipo atende um conjunto de necessidades, que vão desde o potencial para geração de vapor até a possibilidade de espaço físico necessário para a instalação deste equipamento.

Veja a seguir as caldeiras a biomassa mais comuns e com uso mais recorrente no Brasil.

Calculadora da eficiência da caldeira indCalculadora da eficiência da caldeira industrial | COONTROLustrial | COONTROL

Caldeira flamotubular de biomassa

As caldeiras flamotubulares recebem essa denominação em razão da forma como os gases originários da combustão trocam calor.

Nesta variedade de caldeira os gases irão circular por dentro de tubos até chegar ao interior da caldeira, tendo a presença da água na parte externa, que também será aquecida no momento propício.

Esses equipamentos, que podem ser horizontais ou verticais (dependendo da posição dos tubos dentro do equipamento), são também mais compactas e com processos mais simples.

Exatamente por isso são indicadas para pequenas instalações que necessitam de baixas quantidades de energia geradas.

Quanto as vantagens, as caldeiras a biomassa do tipo flamotubulares:

  • São ideais para processos cuja necessidade de pressão e de temperatura são menores;
  • Podem fazer uso de uma grande variedade de formas de biomassa como combustível, caso do cavaco de madeira, serragem, resíduos da indústria agrícola e bagaço de cana;
  • Apresentam ótimo custo-benefício, com o investimento, o uso e a manutenção mais acessíveis. Processos de inspeção também são facilitados.

Além dessas vantagens, sabe-se também que as caldeiras flamotubulares mais modernas apresentam alta eficiência na queima de materiais em suspensão e combustíveis com maior teor de umidade, como é o caso de muitas variedades de biomassa.

Caldeira aquatubular de biomassa

Diferente das caldeiras Flamotubulares, as caldeiras Aquatubulares são caracterizadas por apresentar água nos tubos para serem aquecidas, que, por sua vez, são envolvidos pelos gases de combustão.

Por ter um projeto de construção mais específico, a caldeira aquatubular é mais utilizada em modernos projetos industriais, caso das modernas termelétricas, que dependem da produção de grandes quantidades de vapor, sempre a elevadas temperaturas e pressão de trabalho.

Por apresentarem projetos de construção mais complexos e exigir tratamento de água mais específicos, as caldeiras aquatubulares necessitam de processos de engenharia mais específicos.

A caldeira aquatubular apresenta importantes vantagens que estimulam sua adoção pelas indústrias, tais como:

  • Maior capacidade para produzir maiores volumes de vapor, sempre trabalhando sob alta pressão;
  • Capacidade para suportar e gerar altas temperaturas;
  • Possibilidade em ser alimentada por uma variedade bem grande de biomassa, inclusive aquelas caracterizadas por apresentar baixo poder calorífico e dificuldades de queima;
  • Simplificação na limpeza dos tubos, podendo ser realizada de forma automática em caldeiras mais modernas;
  • Maior durabilidade, visto que o tempo de vida de uma caldeira aquatubular pode facilmente chegar a 30 anos, desde que haja boa manutenção.

Caldeiras Multitubulares de biomassa

Além das caldeiras flamotubulares e aquatubulares, há ainda aquelas conhecidas como multitubulares, que podem ter fornalha interna ou fornalha externa.

Analisador de Gases de Combustão | Receber Orçamento | COONTROL

Essas caldeiras são caracterizadas por apresentar vários tubos de fumaça, podendo ser de fogo direto, com os gases percorrendo a caldeira uma única vez, ou tubos de fogo de retorno, quando os gases da combustão circulam por tubos de retorno.

Também podem ser com tubos de fogo diretos e de retorno, quando os gases passam e voltam pelos tubos.

Agora que você conhece os tipos de caldeira a biomassa mais comuns, chegou a hora de saber a importância da manutenção das caldeiras. Veja mais aqui

5/5 - (2 votes)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.