Eficiência energética na indústria: o que é tendência para 2023?

Eficiência energética na indústria: o que é tendência para 2023?

Na última década, a indústria brasileira vem vivenciando sua transição energética. Mesmo que de forma tímida, quando comparado com o cenário mundial, o processo de eficiência energética acompanha a modernização de nossas plantas industriais.

Essas mudanças garantem ganhos significativos de performance e produtividade, redução de custos e melhor uso das fontes energéticas. 

O mais interessante é que toda essa transição não beneficia apenas as indústrias, mas também toda a sociedade.

Mas você sabe quais são as tendências em eficiência energética presentes em 2023? Continue acompanhando nosso artigo e fique sempre atento para aplicar em seus processos.

 

Eficiência energética: o que é?

Eficiência energética: o que é?

Antes de conferir as maiores tendências para 2023, vale entender o que está por trás do conceito de eficiência em si.

Por definição, a busca pela eficiência é procurar fazer mais com menos, mas sem perder em qualidade, nem em volume produzido. 

Transferindo essa definição para a eficiência energética, logo entendemos que ela busca gerar a mesma quantidade de energia com menos recursos naturais. 

Também pode ser entendida por obter o mesmo serviço (“realizar trabalho”) usando menos energia para isso.

Na indústria, a eficiência energética faz referência a adoção de diferentes estratégias e medidas para otimizar o consumo de energia.

Ao fazer isso, a indústria fica mais perto de alcançar o diferencial competitivo, já que ao demandar menos energia, naturalmente ela terá maior eficiência.

 

Tendências em eficiência energética para 2023

Para os próximos anos, a tendência é que as unidades industriais sejam mais modernas e eficientes na questão energética. Consequentemente, há muitas oportunidades que podem ser exploradas pelo segmento industrial com este foco.

Muitas dessas tendências já podem ser percebidas no ano de 2023, principalmente no âmbito de sustentabilidade, conectividade e mercado livre de energia.

Confira as principais tendências em eficiência energética que ditam as regras dentro do ambiente industrial neste ano — e continuarão ditando nos próximos anos.

 

1. Avanço da conectividade, da IA e da digitalização

Apresentada ao grande público com mais afinco em 2023, a Inteligência Artificial (IA) é uma das tendências mais interessantes para o setor industrial, otimizando vários processos.

No caso da eficiência energética industrial, a IA tem um potencial elevado de otimização e automação de processos, permitindo a integração total da fábrica e economia de energia.

Outra forte tendência é o uso de mecanismos inteligentes e mais modernos, pautados na conectividade e digitalização. 

Essas são inovações que já estão ajudando indústrias a diminuir o consumo de energia, tornando o processo energético mais eficiente.

 

2. A automação industrial continuará avançando

Cada vez mais comum no ambiente industrial, a automação de processos continua sendo uma tendência para 2023, principalmente por contribuir com a eficiência energética.

Quando aplicado na indústria, esse processo reduz os índices de falhas e atrasos, além de aumentar significativamente a eficiência de todos os processos, inclusive os energéticos.

A automação industrial oferece a capacidade de realizar análises do consumo energético em tempo integral, facilitando as tomadas de decisão.

Para 2023, a tendência é que a automação contribua com a redução de desperdícios de matéria-prima e insumos, principalmente energéticos, bem como ajude a controlar a emissão de resíduos, tornando os processos mais seguros.

 

3. A geração de energia será cada dia mais sustentável

Já iniciada há alguns anos, a transição energética continua intensa em 2023. Assim, a tendência é a ampliação das fontes solar, eólica e de diferentes biomassas na geração energética. 

Neste contexto, o Brasil tem um grande potencial na geração de energia renovável, beneficiando as indústrias locais.

Com isso, a perspectiva da indústria brasileira é impulsionar o desenvolvimento sustentável na geração energética, tanto por meio da expansão do uso de fontes renováveis quanto pela otimização dos processos produtivos.

 

4. O Mercado Livre de Energia ganhará força

Certamente o Mercado Livre de Energia é uma grande tendência no âmbito energético. Basicamente, esse ambiente visa garantir sustentabilidade, economia, autonomia, acessibilidade e liberdade, especialmente para grandes indústrias. 

O consumo de eletricidade, no Mercado Livre de Energia, cresceu 8% nos últimos 12 meses (até junho de 2023), — apontam dados recentes do Boletim de Energia Livre, publicados pela Abraceel. 

Além disso, com reservatórios abastecidos, o aumento na geração por fontes incentivadas e as sobras de energia no portfólio de grandes geradores diminuído o preço da energia, beneficiando consumidores do Mercado Livre.

 

5. Crescimento do Hidrogênio Verde

Recentemente, o Plano Nacional de Energia 2050 (PNE 2050) apontou o hidrogênio verde como uma das melhores tecnologias disruptivas de inovação energética. 

Seu processo é 100% livre de carbono. Por isso, essa tecnologia é considerada uma das fontes renováveis mais promissoras, contribuindo com o aumento da eficiência energética.

 

Use a inteligência de dados e tenha informações para a tomada de decisão

Eficiência energética: use a inteligência de dados e tenha informações para a tomada de decisão

Outra forte tendência para 2023 no âmbito energético é a capacidade de coletar, armazenar e analisar dados para tomar decisões mais assertivas.

Assim, em pleno 2023, cabe às indústrias adotar sistemas com tecnologia IoT e inteligência de dados. 

Com isso, elas terão a capacidade de cruzar dados, identificar padrões de consumo energético e gerar relatórios, sempre visando maior eficiência energética.

O uso deste tipo de tecnologia permite ao gestor lidar com alto volume de dados e informações, respaldando tomadas de decisão mais assertivas.

A COONTROL, por exemplo, é uma empresa de tecnologia que se mantém junto da indústria em 2023. 

Somos especialistas no desenvolvimento de equipamentos para aumentar a eficiência energética industrial, como analisadores de gases (COONTROL 100 e COONTROL 200), sistemas de medição e monitoramento de biomassa (SMB 300) e dos indicadores energéticos.

Portanto, fique atento às principais tendências em eficiência energética para 2023 e implemente tais inovações em seus processos energéticos.

Você sabia que a eficiência energética é uma forma de reduzir os custos na indústria? Confira este artigo do blog da COONTROL e saiba como!

Otimize a eficiência da sua caldeira com o guia calorífico de caldeiras da COONTROL! Acesse e baixe agora

Avalie este conteúdo

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.