Conheça-os-tipos-de-gases-poluentes-para-o-meio-ambiente

Conheça os tipos de gases poluentes para o meio ambiente

Na atualidade, o desenvolvimento da sociedade é caracterizado por produzir grande volume de gases poluentes capazes de contaminar a atmosfera, prejudicar o meio ambiente e consequentemente a saúde das pessoas.

Esses gases poluentes são importantes fatores causadores da poluição atmosférica, causando chuva ácida, “buraco” na camada de ozônio e aumento do efeito estufa. Essa poluição, quando em volumes elevados, vem se tornando altamente nociva à saúde e ao meio ambiente como um todo.

Todos nós sabemos que a poluição decorrente da emissão de gases poluentes à atmosfera é altamente danosa ao meio ambiente. Entretanto, poucas são as pessoas que sabem quais são esses gases poluentes. Você sabe?

Confira quais são as causas da poluição do ar e quais são os tipos de gases poluentes capazes de comprometer o meio ambiente.

Analisador de Gases de Combustão

Principais causas da poluição do ar

A presença de gases poluentes na atmosfera é uma das maiores preocupações de ambientalistas, principalmente a partir do século XX, momento em que se acendeu o alerta do aquecimento global e da degradação ambiental.

A partir desse momento, começou-se a entender quais eram os reais motivos do aumento da emissão de gases poluentes na atmosfera. Esses motivos se baseiam nas fontes naturais (em menor proporção) e principalmente nas fontes antropogênicas, caracterizadas por serem causadas pela ação do homem.

Entre os motivos mais comuns do aumento da emissão de gases poluentes pode-se citar:

  • Metano emitido no processo de digestão dos animais. Esse tipo de emissão vem sendo aumentada pela ação do homem devido ao grande número de animais de produção;
  • Fumaça e monóxido de carbono emitido nas queimadas naturais;
  • Decomposição de matéria orgânica;
  • Fábricas, usinas de energia, incineradores, fornalhas e outras fontes estacionárias, que geram como resíduo os gases poluentes;
  • Veículos automotores movidos à combustão. O transporte contribui com cerca de metade das emissões de monóxido de carbono (CO) e óxido de nitrogênio (NOx);
  • Queimadas controladas na agricultura;
  • Uso de aerossóis, tintas, sprays de cabelo e outros solventes;
  • Emissão de amônia pelo uso de fertilizantes;
  • Atividade mineradora.

Principais tipos de gases poluentes

Muitas pessoas acreditam que o gás carbônico (CO2) é o único gás com potencial poluente a ponto de causar problemas ao meio ambiente e às pessoas. Mas o CO2 é somente um desses gases, visto que diversos são os outros gases com elevado potencial de elevar os níveis de poluição do meio ambiente.

São eles:

Dióxido de enxofre

O dióxido de enxofre (SO2) é um gás incolor e não inflamável, que apresenta odor forte e irritante. Esse gás é decorrente da produção energética e térmica que deriva do consumo de combustíveis fósseis que contêm enxofre.

A maior parte do enxofre nocivo costuma se formar durante o processamento do gás natural e do refinamento do petróleo.

Monóxido de carbono

Também incolor, o monóxido de carbono (CO) é um gás inodoro e insípido (sem gosto). Entre os gases poluentes, o monóxido de carbono é o mais abundante e de maior distribuição na camada inferior da atmosfera.

Além disso, por ser um gás insípido, inodoro e incolor, é impossível detectar a presença do CO em um ambiente sem a utilização de analisadores eletrônicos de gases. Daí a importância de a indústria dispor de equipamentos capazes de detectar a presença desse gás, possibilitando que seja possível melhorar a eficiência da queima do combustível dentro das caldeiras.

A origem principal do CO se dá pelas atividades humanas, sendo resultado da combustão incompleta dos combustíveis, ou seja, se a quantidade de oxigênio no ambiente for insuficiente, a combustão será deficiente e incompleta, dando lugar à formação de monóxido de carbono.

Gás carbônico

Como dito, o gás carbônico (CO2) é o gás danoso mais conhecido. Ele é incolor, inodoro e 1,5 vezes mais denso que o ar. Este gás é gerado nos processos de produção de energia, principalmente para a geração de vapor e energia elétrica através de termoelétricas.

O CO2 é também um dos gases mais representativos que indicam a eficiência de uma caldeira, como podemos observar na breve explicação abaixo.

Caldeiras desreguladas são caracterizadas por apresentarem maiores emissões de CO2  total (ton/ano), isso culminará em maior consumo de combustíveis e maiores níveis de poluição. Em contrapartida, caldeiras mais bem reguladas emitirão menos CO2 total (ton/ano), terão maior eficiência do uso de combustíveis, que ajudará a reduzir a taxa de poluição ambiental.

Assim, da mesma forma que ocorre com o CO, o uso de analisadores de gases em caldeiras será fundamental para que se tenha conhecimento das emissões de CO2 e CO possibilitando a melhora da relação de ar/combustível na queima, aumentando sua eficiência.

CFC (Clorofluorcarbonos)

O CFC foi, por muito tempo, considerado um grande vilão do meio ambiente e exatamente por isso está tendo seu uso bastante reduzido nas últimas décadas. Esse gás, baseado nos elementos carbono, flúor e cloro, é bastante leve sendo capaz de subir até a atmosfera e atingir a camada de ozônio (O3), reagindo com o ozônio e transformando-o em oxigênio (O2).

Com isso, dentre outras coisas, o CFC pode ser um importante responsável pela intensificação do efeito estufa e aumento da irradiação Ultravioleta na atmosfera.

Como dito, o CFC tem a capacidade de chegar até a camada de ozônio presente na estratosfera. Mas há também uma possibilidade que certas reações químicas produzem uma diminuição do O3, ocasionando aumento de sua concentração na troposfera, o que também pode ser bastante prejudicial para a respiração dos seres vivos.

Óxidos de nitrogênio

Os óxidos de nitrogênio (NOx) representam um grupo de gases poluentes formados por nitrogênio e oxigênio. A emissão natural de óxido de nitrogênio é quase 15 vezes maior que a realizada pelo ser humano.

O óxido nítrico (NO) é relativamente inofensivo, entretanto o dióxido de nitrogênio (NO2) pode causar importantes danos à saúde humana, podendo prejudicar o sistema respiratório. Além disso, esse gás pode ser altamente poluente ao contribuir para a formação da chuva ácida.

Hidrocarbonetos (HC)

Os hidrocarbonetos são produtos orgânicos com formação química entre o Hidrogênio e o Carbono. Podem originar-se a partir de combustão incompleta de combustíveis sólidos, líquidos e gasosos. Como queima de madeira, bagaço de cana, óleos combustíveis e diversos tipos de gases.

Vale lembrar que a maior parte dos combustíveis fósseis são hidrocarbonetos, já que suas composições típicas são: carbono, hidrogênio e oxigênio. Sua queima é considerada a maior responsável pela emissão de poluentes no planeta.

Por isso, a utilização de ferramentas que permitam um maior entendimento dos fenômenos envolvidos em processos de combustão de hidrocarbonetos é cada vez mais fundamental para melhorar a eficiência energética da queima.

Material Particulado

Os materiais particulados são decorrentes dos veículos movidos à diesel, do desgaste de pneus e freios dos veículos em geral, mas têm na indústria um de seus principais lançadores ao meio ambiente.

Nas caldeiras presentes em indústrias, o material particulado é todo e qualquer material sólido ou líquido, em mistura gasosa, que se mantém neste estado na temperatura do meio filtrante. Ele geralmente se apresenta na forma de cinzas formadas pela presença de elementos incombustíveis durante a queima dos combustíveis.

O material particulado é um importante responsável por agravar doenças respiratórias como asma e bronquite. Isso porque as partículas mais grossas ficam concentradas nas regiões do nariz e da garganta, causando irritação e infecções gripais.

Em casos mais sérios e diante da exposição constante, o material particulado pode também causar alguns tipos de câncer.

Quer saber mais? Então conheça todos os produtos da COONTROL em nosso site.

5/5 - (6 votes)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.