gerenciamento de emissões atmosféricas

Gerenciamento de emissões atmosféricas: por que e como fazer?

As emissões atmosféricas liberadas pelas chaminés de caldeiras são comumente lançadas ao ambiente e esse é um processo normal. Porém, o sinal de alerta precisa ser ligado quando estas emissões ocorrem em quantidade, concentração, tempo ou características que estejam em desacordo com os níveis estabelecidos pela legislação.

Esse limite de emissão diz respeito à quantidade máxima de poluentes permissível de ser lançada por determinada fonte na atmosfera, caso das caldeiras industriais. Assim, para medir o volume de emissões de suas caldeiras, as indústrias são obrigadas a realizar medições ambientais dos níveis de emissões pelo menos uma vez ao ano.

Mas, o ideal é realizar o controle das emissões atmosféricas de forma constante dentro da indústria. Para isso vale a pena adotar alguns dispositivos que permitem o gerenciamento dessas emissões de forma constante.

Veja a importância da medição das emissões atmosféricas e saiba porque o gerenciamento constante dessas emissões será essencial para a indústria, que dará sua contribuição para melhorar a qualidade do ar.

Emissões atmosféricas e a obrigatoriedade da legislação

No Governo Federal, a instância regulamentadora das emissões atmosféricas é o Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que por meio de suas resoluções determina os limites máximos de emissões de poluentes.

Assim, segundo a Resolução Conama nº 382/06, toda Emissão é definida como o lançamento na atmosfera de qualquer matéria líquida, sólida ou gasosa. Essa emissão pode ser fugitiva (efetuado por uma fonte desprovida de dispositivo projetado para dirigir ou controlar seu fluxo) ou pontual (efetuado por uma fonte provida de dispositivo para dirigir ou controlar seu fluxo, como dutos e chaminés).

Assim, toda empresa que tem caldeiras industriais precisa, pelo menos uma vez ao ano, contratar os serviços de empresas especializadas e homologadas por órgãos competentes para realizar as medições de emissões ambientais lançadas à atmosfera.

Essas medições coletam informações sobre vários gases lançados pela chaminé de caldeiras, como O2, C02, CO e material particulado para caldeiras em geral, além de NOx e SOx para caldeiras a gás. Inclusive já comentamos aqui em nosso blog que alguns desses gases são grandes poluentes da atmosfera.

Em seguida, todos os dados da auditoria serão enviadas pela empresa auditora para os órgãos ambientais competentes de cada estado (CETESB em São Paulo, FEPAN no Rio Grande do Sul, FATMA em Santa Catarina e assim por diante).

Estes órgãos irão analisar se as medições estão dentro dos limites aceitáveis de emissões atmosféricas e se a empresa não estiver dentro dos limites padrões, ela terá um tempo para regularizar essa emissão, mas se não conseguir pode até ter seu laudo ambiental de operação não renovado.

Vale lembrar que cada estado tem sua lei específica de emissões, com o limite sendo mais ou menos restritivo dependendo do estado.

Evite contratempos e faça o gerenciamento constante das emissões atmosféricas

Como vimos, há a obrigatoriedade de realizar as medições ambientais de caldeiras pelo menos uma vez ao ano.

Mas cada empresa pode tomar a decisão de esperar o momento da auditoria e ter surpresas desagradáveis com excesso de emissões atmosféricas ou monitorar e controlar essas emissões por conta própria, gerenciando as emissões ao longo do ano.

Para isso a COONTROL oferece aos seus clientes analisadores de gases que realizam a medição constante dos gases que saem da chaminé. Esses analisadores são o COONTROL 100, que faz a medição dos gases O2 e CO2 e o COONTROL 200, que analisa os gases O2, CO2, além do CO.

Estes analisadores ajudarão a empresa a realizar um melhor gerenciamento dos gases que saem da chaminé de suas caldeiras. Assim, a empresa terá a certeza que as medições realizadas por uma empresa especializada não trarão surpresas desagradáveis, com as emissões atmosféricas estando dentro do que prevê a legislação.

Além disso, mas não menos importante, o gerenciamento das medições ambientais permitirá que a empresa contribua com o meio ambiente, pois a emissão de gases causadores do efeito estufa será relativamente menor.

Por fim, a redução das emissões atmosféricas decorrente da constante medição de gases trará um significativo ganho na eficiência energética da caldeira, que estará atrelada à vários fatores positivos, como a redução do consumo e do custo com combustíveis, melhor durabilidade do equipamento e uma melhor regulagem da combustão.

Como a COONTROL contribui com a empresa nesse monitoramento?

Com larga experiência em combustão de caldeiras com queima de biomassa e óleo e gás, a COONTROL pode ajudar as empresas a realizar o monitoramento constante de emissões de caldeiras de seus parceiros de duas formas específicas.

A primeira forma é a comercialização de instrumentos de medição das emissões atmosféricas de caldeiras. Para isso, a empresa oferece e analisadores de gases:

  • COONTROL 50, que faz a medição de O2 e CO2 em caldeiras a gás;
  • COONTROL 100, que faz a medição de O2 e CO2 em caldeiras à biomassa;
  • COONTROL 200, que faz a medição de O2, CO2 e CO em caldeiras a gás e à biomassa.

A COONTROL também tem profissionais que realizam os serviços de regulagens de caldeiras que, dentre vários benefícios, permite maior controle das emissões atmosféricas e o bom funcionamento da caldeira como um todo.

Você quer saber qual é a eficiência da sua caldeira? Use a calculadora da COONTROL e realize uma análise completa da sua caldeira.

[catálogo] Baixe nosso material e conheça toda nossa linha de equipamentos como analisadores de gases, sistemas de medição e monitoramento instantâneo dos indicadores de processo, todos voltados para a entrega de eficiência energética a indústrias. | COONTROL

5/5 - (1 vote)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.