Emissão de gases- a imagem tem diversos chaminés industriais que irepresntam a emissão de gases.

O papel do setor industrial na emissão de gases no Brasil

Toda indústria, independentemente da sua área de atuação, possui um grande desafio: desenvolver processos mais eficientes e de menor custo e que priorizem a redução na emissão de gases à atmosfera.

Mesmo não sendo a maior poluidora do país, representando apenas 7% das emissões de gases do efeito estufa no Brasil, o setor industrial tem um papel importante na emissão de gases no Brasil.

Mas, mesmo assim, o setor industrial sofre uma pressão bastante grande para identificar possíveis tecnologias que visam a redução da emissão de gases do efeito estufa.

Veja então qual é o papel do setor industrial na emissão de gases no Brasil e conheça medidas que ajudam na redução dessas emissões pelo setor.

Emissão de gases pela indústria: 7% das emissões totais

Segundo estimativas, no Brasil o setor industrial corresponde a aproximadamente 7% de toda a emissão de gases de efeito estufa. Destes, a produção de ferro-gusa e aço é responsável por 3,1% das emissões nacionais, enquanto a produção de cimento responde por 1,7%.

Além disso, o dióxido de carbono (CO) é o gás mais emitido à atmosfera, compreendendo 74% das emissões de gases de efeito estufa. A maioria das emissões de CO (89%) é proveniente do uso de combustíveis fósseis, especialmente para geração de eletricidade e calor, transporte, fabricação e consumo.

O metano (CH₄) e o óxido nitroso (NO) representam 17% e 6,2% das emissões totais de gases de efeito estufa, respectivamente, principalmente pela agropecuária, tratamento de resíduos e queima de gás.

Gases fluorados provenientes de processos industriais representam 2% das emissões globais. Esses gases são muito mais danosos que o CO em termos de seu potencial de aquecimento global, além de oferecer oportunidades negligenciadas de mitigação.

Redução da emissão de gases e o papel da indústria

Assim como todo o mundo, o Brasil tem o compromisso de reduzir suas emissões de gases do efeito estufa (GEE) em 37% até 2025 e em 43% abaixo dos níveis de 2005 até 2030, ambos em relação aos níveis de 2005, conforme metas presentes na Contribuição Nacionalmente Determinada (NDC) do Brasil.

Mas diante desse compromisso fica a questão: qual o papel do setor industrial para a redução destas emissões?

O setor industrial brasileiro conta com uma grande vantagem comparativa em relação aos demais países industrializados. O Brasil faz uso de grandes quantidades de energia de origem renovável, como o bagaço de cana, o licor negro (da produção de celulose) e variados tipos de biomassas, que alcançam juntos mais de 40% do consumo total de energia do setor.

Além disso, a energia elétrica, que representa 20% do consumo total da indústria, é outra vantagem do país, pois 75% dessa energia provém de fontes de energia renovável (hidráulica, biomassa e eólica).

De qualquer maneira, por ainda empregar fontes de energia fóssil e também operar processos emissores de GEE em algumas atividades fabris, o setor industrial brasileiro precisa também fazer parte das discussões sobre a redução das emissões de gases no país.

No setor de energia, por exemplo, o subsetor indústria é o segundo mais representativo em termos de geração de poluentes, com 20% das emissões totais do mesmo, ficando atrás apenas do transporte, responsável por 48% do total.

Este dado mostra a relevância que a indústria brasileira apresenta quanto ao consumo energético e as emissões de GEE, exigindo que o setor proponha rotas e alternativas para minimizar seus impactos no futuro.

[catálogo] Baixe nosso material e conheça toda nossa linha de equipamentos como analisadores de gases, sistemas de medição e monitoramento instantâneo dos indicadores de processo, todos voltados para a entrega de eficiência energética a indústrias. | COONTROL

Oportunidades para controle e redução da emissão de gases

Na indústria, diversas são as formas de redução de emissões de gases à atmosfera. Muitas delas estão associadas à eficiência energética, que podem gerar um retorno financeiro, social e ambientais bastante atraentes para o setor.

Neste cenário, o tema da Indústria 4.0 tem gerado grande interesse dentro do setor, pois permite otimizar a produção e aumentar a produtividade das empresas, principalmente com a adoção de conceitos como Big Data e Internet das Coisas.

Com essas tecnologias a indústria terá maior possibilidade de gerenciar suas emissões atmosféricas permitindo maior otimização dos processos, o que, por consequência, irá reduzir a emissão de gases de efeito estufa.

A COONTROL, por exemplo, oferece excelentes sistemas que podem ser utilizados pela indústria, tais como o SMB 300, caracterizado como um sistema de medição de biomassa e analisadores de gases da combustão que são:  COONTROL 50, COONTROL 100 e COONTROL 200.

Portanto, mesmo tendo menor participação na emissão de gases do efeito estufa quando comparado a outros setores, a indústria deve criar ações para reduzir a poluição e a adoção da tecnologia representa um processo importante nesse cenário.

Acesse nosso site e conheça os produtos da COONTROL que ajudarão sua indústria a reduzir a emissão de gases à atmosfera.

5/5 - (1 vote)

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.