Energia renovável no Brasil: entenda o cenário na indústria

Energia renovável no Brasil: entenda o cenário na indústria

No último ano, a geração de energia renovável no Brasil atingiu recorde, com 93,1% vindo de fontes limpas, segundo dados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), citados pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

A maior parte de toda essa energia é gerada em usinas hidrelétricas, realidade na qual o Brasil já possui certo protagonismo há muito tempo.

Entretanto, nos últimos anos, o uso de outras fontes energéticas vem ganhando destaque. Inclusive, houve apresentação de cases de sucesso durante a recente conferência mundial do Clima (COP 28).

Ao todo, o país gerou, no ano de 2023, 70.206 megawatts médios de energia a partir das suas usinas hidrelétricas, eólicas, solares e de biomassa.

Para discutir todo esse cenário, elaboramos este artigo. Nele, apresentaremos os detalhes desse contexto no Brasil, que começa, também, a estimular as indústrias a investirem em fontes mais limpas. 

Cenário atual da energia renovável no Brasil

Cenário atual da energia renovável no Brasil

O Brasil é mundialmente conhecido como um grande usuário de energias renováveis, com grande destaque para a energia hidrelétrica, considerada a base de nossa matriz energética.

Entretanto, o cenário está mostrando outras fontes energéticas que fortalecem, ainda mais, o título que o nosso país tem como um dos mais limpos do mundo no quesito geração de energia.

Dos 70,2 mil megawatts médios (MWm) gerados em 2023, as hidrelétricas responderam por mais da metade, com 50 mil MWm gerados. Portanto, indicando um crescimento de 1,2% em relação a 2022.

Já as usinas responsáveis pela geração de energia eólica e solar somaram 13 mil MWm em 2023. Esse volume representa uma alta de 23,8% em relação ao ano anterior.

A própria CCEE afirma que o avanço foi puxado pelo cenário climatológico favorável, em especial para a produção de energia solar, e pela entrada de novas usinas no Sistema Interligado Nacional.

Assim, quando falamos sobre energia renovável no Brasil, temos um cenário bastante promissor, a ponto de considerar essas fontes como mediadoras de produtividade e sustentabilidade, inclusive para o setor industrial. 

O que explica o crescimento das energias renováveis no Brasil?

O Brasil emerge como um exemplo inspirador para outras nações. Alguns pontos ajudam a explicar o crescimento nas fontes de energia renovável, como:

Fonte de energia inesgotável

As energias renováveis são fontes benéficas para o meio ambiente, principalmente por serem inesgotáveis. Consequentemente, evitam a exploração de matérias-primas derivadas do petróleo, como o gás natural.

No Brasil, as fontes renováveis mais comuns são:

  • Hídrica (gerada pela água dos rios em hidrelétricas);
  • Solar (energia do sol);
  • Eólica (energia do vento); e
  • Biomassa (energia de matéria orgânica).

Fontes energéticas mais baratas e acessíveis

O aumento constante das contas de luz está estimulando pessoas físicas, e principalmente o setor industrial, a olhar com bastante atenção para as fontes renováveis.

Associado a isso, temos os avanços tecnológicos responsáveis pela fabricação de equipamentos mais eficientes, gerando energia a menores custos e de uma forma mais sustentável.

As placas fotovoltaicas, os aerogeradores e as caldeiras a biomassa, por exemplo, evoluíram bastante nos últimos anos, incentivando diferentes setores a investir em energia renovável.

Melhor caminho para buscar a sustentabilidade

Para além das esferas públicas, os consumidores estão cada vez mais preocupados com a sustentabilidade na hora de fazer suas escolhas. Uma pesquisa realizada pela CNI comprova isso.

Com dados de 2022, a pesquisa destacou que 50% das pessoas estavam preocupadas com os efeitos da produção no meio ambiente, ante 38% em relação à pesquisa anterior (2019).

Este cenário vem exigindo, do setor industrial, a adoção de medidas para atender essa demanda por sustentabilidade. E o uso de fontes de energia renovável é uma das melhores possibilidades.

Ou seja, além da preocupação com o meio ambiente, os novos consumidores estão cada vez mais interessados em se relacionar com “empresas que cuidam mais das pessoas e do meio ambiente”. 

42% das indústrias brasileiras planejam investir em energia renovável

42% das indústrias brasileiras planejam investir em energia renovável

Como vimos, a evolução das tecnologias e o avanço da regulamentação de geração distribuída são fatores que estão contribuindo com o cenário energético nacional.

Consequentemente, as indústrias são estimuladas a investir em sistemas de geração energética próprias, renováveis e mais sustentáveis, visando cada vez mais a busca pela eficiência energética.

Uma pesquisa recente elaborada pela CNI, e citada pela Agência Brasil, revelou que mais de 80% das indústrias brasileiras implementam ações para reduzir o consumo de energia e uso de água, além da redução da geração de resíduos.

Na área de energia, os resultados da pesquisa são também bastante interessantes para o futuro da geração energética nacional. Veja:

  • 75% das empresas expressaram interesse em obter linhas de crédito para implementar novas tecnologias verdes;
  • 66% afirmaram a necessidade de adquirir novas tecnologias de baixo carbono;
  • 59% manifestaram interesse em modernizar seus equipamentos para alcançar as metas de descarbonização.

Nestes casos, fontes como biomassa (5%), energia eólica (3%) e hidrogênio de baixo carbono (1%) são objeto de estudo por empresas em busca de alternativas sustentáveis.

Além disso, para os próximos dois anos, a prioridade de investimento do setor industrial é o aproveitamento de fontes de energia renovável, mencionado por 42% dos entrevistados.

A atualização de equipamentos (36%) ficou na segunda posição, seguida pela implementação de medidas para otimizar o consumo de energia (32%).

Porém, para que essas tendências se confirmem, cabe às indústrias terem parceiros confiáveis na elaboração de bons projetos energéticos. Isso permite que todos os envolvidos alcancem resultados satisfatórios e sustentáveis no uso da energia renovável no Brasil.

Aliás, temos um e-book explicando como a criação de bons projetos energéticos potencializaram os resultados da indústria sucroalcooleira. Baixe o e-book e descubra. É gratuito.

Conheça o case da COONTROL: potencialização da eficiência energética na indústria sucroalcooleira. Acesse e baixe!

Avalie este conteúdo

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.