Potencial de eficiência energética na indústria 4.0

O potencial de eficiência energética na indústria 4.0

O conceito de eficiência energética está cada vez mais em pauta no setor industrial, sendo amplamente discutido e aplicado nas diferentes indústrias. E, nos últimos anos a eficiência energética tem sido um avanço encorajado por meio das tecnologias da Indústria 4.0.

A Indústria 4.0 surgiu com o objetivo de impulsionar a manufatura digital, promovendo a interconexão entre produtos, coleta e tabulação de uma infinidade de dados (big data) e modelos de negócio 4.0, ou seja, a indústria 4.0 veio para promover a transformação digital das indústrias.

Neste cenário, a eficiência energética vem a ser uma etapa do processo industrial que tende a atingir um novo patamar com os conceitos e tecnologias alinhados à Indústria 4.0, visando maior sustentabilidade e um controle muito mais completo de todas as variáveis energéticas.

A Indústria 4.0 permite uma análise mais ampla da eficiência energética industrial

A indústria 4.0 apresenta vários conceitos importantes que estimulam seu uso em ambientes fabris. Mas, há um conceito em específico que tem relação direta com a busca pela eficiência energética no uso de caldeiras e geradores de vapor: o maior levantamento, tabulação e tratamento de dados e informações.

Assim, por meio de Big Data, Learning Machine, Inteligência Artificial (AI), o setor industrial consegue atingir um novo degrau de eficiência energética de caldeiras de indústrias.

Dessa forma, através de modernas tecnologias a indústria deixa de analisar o equipamento de forma isolada e passa a gerenciar a indústria como um todo. Com isso será possível observar como determinado processo ou equipamento irá influenciar na eficiência energética da indústria.

Um exemplo são as caldeiras. Com os conceitos de Indústria 4.0 deixamos de olhar a caldeira como um simples equipamento gerador de vapor e passamos a observar o processo como um todo, entendendo que variações influenciam, positivamente ou negativamente, na eficiência energética da caldeira.

Dessa forma, os conceitos associados à quarta revolução industrial permite que o gestor tenha a possibilidade de antecipar controles, resultando em mais desempenho e melhoria da eficiência energética industrial.

[catálogo] Baixe nosso material e conheça toda nossa linha de equipamentos como analisadores de gases, sistemas de medição e monitoramento instantâneo dos indicadores de processo, todos voltados para a entrega de eficiência energética a indústrias. | COONTROL

Mais informações permitirão conhecimento de muitas outras variáveis

Diversas pesquisas atuais sugerem que melhorias na eficiência energética resultam em economia de recursos. Com isso, novas soluções de hardware e software podem reunir e agregar dados e informações de toda a cadeia de produção.

Com este maior volume de dados será possível desenvolver e calcular muitas outras variáveis que eram impossíveis sem o advento das tecnologias de big data e inteligência artificial.

Antes da Indústria 4.0 analisávamos uma variável e fazíamos uma malha de controle que iria atuar diretamente na malha de controle desta variável. Porém, com as tecnologias atualmente desenvolvidas esse tipo de controle começa a perder sentido, com as indústrias começando a analisar multivariáveis, melhorando o controle como um todo.

Além disso, a combinação de 2 ou 3 variáveis associadas ao uso de tecnologias específicas permite a criação de uma nova variável, que não é necessariamente medida, mas que pode direcionar a indústria a tomar uma nova decisão.

Um exemplo são os eSensors (sensores eletrônicos ou virtuais). Estes sensores não são necessariamente um hardware ou dispositivo físico que medem essa nova variável, mas exercem influência significativa sobre determinado processo ou procedimento.

Especificamente para caldeiras esses sensores eletrônicos permitem coletar informações sobre:

  • Eficiência energética das caldeiras;
  • Relação de vapor/combustível; e
  • Custo do vapor gerado (R$/Ton).

Essa última variável é, possivelmente, a mais importante na busca pela eficiência energética de caldeiras. Quando calculada, ela pode ser melhor monitorada e corrigida sempre com o objetivo de melhorar a eficiência de queima dos combustíveis.

COONTROL: desenvolvemos tecnologias de Indústria 4.0 para suas caldeiras

A Quarta Revolução Industrial exigirá das empresas – independentemente do porte e do ramo de atuação – adaptações mais consistentes para não se tornarem obsoletas e se manterem ativas em um mercado altamente competitivo. E o ramo de geração energética industrial ganha importância nesse cenário.

Por isso, a COONTROL já oferece aos seus clientes diversos hardwares que ajudam as indústrias a ler algumas variáveis de importância energética. Esses hardwares englobam o SMB 300 (Sistema de medição de biomassa) e três variações de analisadores de gases da combustão que são:  COONTROL 50, COONTROL 100 e COONTROL 200.

Mas o avanço continua e a COONTROL já está desenvolvendo novas soluções com aplicações associadas a Indústria 4.0, com muito learning machine, inteligência artificial e big data.

Com essas soluções, o gestor terá informações confiáveis de todo seu processo fabril, sempre em tempo real e na palma da sua mão. Essas soluções serão lançadas nos próximos anos.

Por fim, vemos que isso é indústria 4.0, onde a qualidade de dados e uma integração total de toda a indústria melhora a eficiência geral.

Quer saber mais sobre o assunto? Então veja como a indústria 4.0 pode ser aplicada para otimizar a eficiência energética em caldeiras.

Avalie este conteúdo

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.